Automóvel apadrinhado por:

Distintos por utilizarem lagartas em vez das rodas traseiras, estes modelos eram óptimos para terrenos acidentados, onde carros normais não conseguiam penetrar. Sob a supervisão do Departamento de Material Bélico norte-americano, foram então construídos vários protótipos, que mais tarde dariam origem aos famosos modelos M2 e M3.

Construídos pelas empresas Autocar Company, Diamond T Motor Company e White Company, os modelos faziam uso de uma grande parte de peças civis, tendo em vista melhorar as condições de serviço no terreno, bem como a fiabilidade. Os motores, o White 160AX e o IHC Red Diamond 450, eram acoplados a uma caixa manual não sincronizada, com quatro velocidades e caixa de transferência com duas relações.

Ostentando uma carroçaria mais imponente que o seu irmão M2, o M3 Half Track podia ser utilizado em diversos tipos de cenários de guerra, mas a sua principal função era o de transporte de tropas. Medindo 6,52 metros de comprimento e com dez lugares na parte traseira e mais três na cabina, o M3 levava também munições e armamento atrás dos bancos. Por necessidade, muitas vezes eram acrescentados suportes exteriores, de modo a transportar mantimentos, mochilas e outros itens.

Construído em Julho de 1943, pela Autocar Motor Company, este M3 Half Track foi um de 43.000 exemplares registados pelo exército norte-americano, com a matrícula USA 4065552/S, tendo sido posteriormente enviado para a frente de batalha, durante a Segunda Guerra Mundial.

Terminada a guerra, o M3 Half Track passou a estar ao serviço de uma companhia florestal, tendo aí permanecido até ser adquirido pelo coleccionador holandês Peter Aalderson que, por sua vez, o vendeu a Wagenaar, um comerciante especializado neste tipo de veículos.

Em 1987, o modelo despertou a curiosidade de Rigter, um coleccionador que se manteve no encalço do M3 até completar a compra, em Junho de 2012. Pouco tempo depois, o M3 Half Track dava entrada nas oficinas holandesas da BAIV BV, uma empresa especializada em veículos militares, situada na cidade de Maarheeze, onde foi esteticamente restaurado, incluindo as lagartas do modelo correcto e os pneus de combate Firestone WW-II.